2016 chegou!

Um fato interessante: no dia 1º de janeiro de 2016, às 10:15 e alguns segundos da manhã, havia 7.391.839.766 pessoas no mundo; e, desse número absurdamente grande, 162.284 eram recém nascidas. É claro que o número só se multiplicou com o passar dos segundos e juro que eu até que tentei manter a conta, mas é impossível. Com isso, a minha conclusão (óbvia, eu sei) é a de que o primeiro dia de 2016 foi, literalmente, o primeiro dia de muita gente! Imagino que essas  pequenas vidas vão render novas tradições às suas famílias no futuro, afinal elas vão comemorar anos novos e aniversários ao mesmo tempo.

Eu, por outro lado, não nasci na virada e já vivi algumas mãos cheias de anos novos o que me fez perceber como minhas tradições se tornaram um tanto quanto clichês. A maior delas provavelmente é escrever uma lista de resoluções, que são todas as coisas que eu planejo fazer durante o ano que está começando. Acreditem, mais da metade das minhas resoluções acaba sempre ficando para o ano seguinte. Esse foi um dos motivos de eu ter decidido não fazer lista esse ano, mas foi principalmente por causa de uma filosofia de vida que adotei: “no regrets” (sem arrependimentos).

A verdade é que por mais que eu nunca cumpra todas as minhas resoluções, no fim das contas, eu acabo fazendo troscentas coisas que não estavam planejadas. Então de que adianta me arrepender do que eu não fiz ao ivés de ficar feliz pelo que pude fazer?

É por isso que decidi inverter a ordem cronológica das coisas em 2016. Vou viver e depois escrever. Assim, no próximo dia 31 de Dezembro ficarei maravilhada com a qualtidade de resoluções que eu nem sabia que ia cumprir.

Talvez essa seja uma boa dica para quem não fez uma listinha de resoluções; e para quem fez lembre-se: a vida é muito mais do que aquilo que colocamos no papel. Exemplo disso são todas as mulheres que passaram a virada em trabalho de parto. Tenho certeza que isso não estava na lista de resoluções delas 😉

Além do mais, todos os sonhos se realizam aos poucos, é tudo questão de tempo. Feliz 2016 para todos!!

Post Por: Stephanie Abdalla

0 thoughts on “2016 chegou!

  1. A melhor lista de resoluções é aquela que é um livro em branco aberto esperando que quem o escrever seja protagonista da da própria história, e não antagonista de promessas não cumpridas.

  2. Rsrsrs
    Eu sou do tipo que precisa de meta pra tudo!
    E adoro este espírito de renovação de início de ano!
    Mas confesso que me senti tentada da prox vez não criar meta NENHUMA e
    deixar a meta aberta e se bater a meta, dobrar a meta rsrsr Isabella Roussef rsrsr
    Bjs Excelente post *-*

Deixe uma resposta