A aventura da minha primeira reportagem

DSC_0427Latitude: 25.4284 S

Primeiro semestre na faculdade de jornalismo. Quando me dei conta já estava com a minha primeira pauta montada: o crescimento do Ecoturismo em Curitiba. E agora? Tinha que achar especialista, personagens, ligar para agências que trabalham com isso… Não sabia nem por onde começar.

Era páscoa, antes de ir para a chácara da minha vó fui para a rodoviária buscar uma amiga que veio de Maringá. Uma daquelas amigas de infância. Como ela mora longe não nos vemos muito, mas sei que posso contar com ela para tudo. Chegou então a hora de testar a amizade, provar que era uma amiga para todos os momentos mesmo. Mari você topa escalar uma montanha? Acho que nunca vi uma japonesa com o olho tão grande, ela provavelmente pensou que eu estava doente. Não era possível que aquele tipo de ideia fosse minha. Tive que explicar que era tudo por uma entrevista.

Meu pai e meu namorado adoraram a ideia. Eu entrando em uma trilha por livre e espontânea vontade? Era um milagre de páscoa, ou será um milagre do jornalismo? Minha amiga não ficou muito feliz com o passeio de páscoa, mas como uma boa companheira topou minha ideia maluca.

Sexta-feira santa, cedinho e lá estávamos nós. Ir até lá já foi uma aventura, afinal sobrevivemos ao primeiro passeio comigo de motorista. Pelas ruas de pedrinha de Quatro Barras, depois de muitas lombadas  eu uma estacionada torta, agora só faltava subir a morro.

Tudo começou bem, uma trilha relativamente tranquila  até que chegou a parte da escalada. Medo de altura, tontura, uma vista bonita que eu já não via mais. Tudo girava, não sei como cheguei no cume, só sei que cheguei. Quando me dei conta já estava lá no alto tirando fotos e fazendo minha primeira entrevista com um grupo de montanhistas. O vento atrapalhou a gravação, mas a história foi boa: Um casal que se conheceu fazendo trilha! Minha primeira entrevista deu trabalho e exigiu um grande esforço físico. Mas são poucos os jornalistas que fizeram sua primeira entrevista no alto de uma montanha e com uma vista tão bonita!

Depois disso começou a fase das ligações. Pessoas que estavam ocupadas de mais, a prefeitura que não tinha a menor ideia do que estava acontecendo na trilha. Das cinco agências de turismo só uma falou comigo. Uma reportagem que tinha que ser fechada com poucas informações. Faltava um dia para a entrega e ainda não tinha informações sobre quem cuidava das trilhas. Eu já estava desistindo, quando uma moça me chamou no chat do Facebook. Ela tinha visto uma das minhas postagens em grupo perguntando sobre o tema. Mais sorte que juízo. Uma aventureira que participava de projetos para limpar as trilhas! Era mais um personagem perfeito para acabar minha história!

Essa é uma crônica sobre a minha primeira reportagem como estudante de Jornalismo. Como o blog e os meus leitores tiveram forte influência na minha escolha profissional, resolvi contar um pouco mais sobre como foi a minha escalada por uma entrevista. E o próximo post vai ser a minha primeira matéria oficial, sobre o crescimento do Ecoturismo e dicas de lugares perto de Curitiba para quem gosta deste tipo de atividade.

One thought on “A aventura da minha primeira reportagem

Deixe uma resposta