Cancelamento de voos depois do acidente aéreo da Etiópia: O que fazer

Avião que caiu na Etiópia

Depois do acidente aéreo que aconteceu no domingo com o avião que caiu na Etiópia, fez com que os especialistas em aviação discutissem se o uso de aviões Boeing 737 MAX 8 é de fato seguro. As autoridades europeias proibiram o uso deste modelo de avião para países da Europa até que seja provado que ele é de fato seguro. Isso pode causar cancelamentos e atrasos de voos nos próximos dias. Nós recebemos algumas informações sobre o que fazer em relação a interrupção de voos Boeing 737-8 MAX da Airhelp e resolvemos postar aqui no blog para ajudar passageiros que estão de viagem marcada para os próximos dias:

Os passageiros podem pedir reembolso pelo cancelamento de voos?

As companhias aéreas precisam cuidar de seus passageiros, no entanto, como a UE decidiu agora fechar temporariamente seu espaço aéreo para todos os Boeing 737 MAX os cancelamentos de vôo são considerados fora do controle das companhias aéreas e, portanto, não dão direito a compensação financeira dos passageiros. Lamentamos muito as perdas que as famílias sofreram devido ao trágico acidente com a Ethiopian Air, e entendemos a decisão da EASA com relação às aeronaves MAX, uma vez que a segurança deve ser sempre a principal prioridade da indústria da aviação.

Seguro de viagem cobre as viagens canceladas depois do avião que caiu na Etiópia:

Como a mudança que gerou o cancelamento dos voos foi uma decisão de autoridades de vários países ( China, Indonésia, Cingapura, Austrália, Malásia, Omã, Índia, Irlanda e UE) por razões de segurança, é considerado uma circunstância extraordinária na maioria nas regulações, como a lei europeia de passageiros EC 261 e a Convenção de Montreal, ou seja, os passageiros não recebem indenização.

Os passageiros podem remarcar a viagem?


Sim, os consumidores devem remarcar futuras viagens internacionais se a sua viagem fosse em um Boeing 737 MAX 8. Os passageiros podem redefinir a data e horário de voo para uma outra aeronave.

As informações deste post foram enviadas para o Qualquer Latitude pela Airhelp.

Leia também:

Viajando com companhia aéreas Low Coast

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *