Conhecendo Marseille – França

Tive o imenso prazer em ser convidada para conhecer Marseille (ou Marselha como se diz em português) com uma amiga (aloo Paola <3) que está morando lá. Meus pais tiveram a oportunidade de conhecer Marseille em 2017 e ouvi várias críticas negativas sobre a cidade, então fiquei com o pé atrás. É verdade que a cidade é um pouco suja, mas a beleza que encontrei lá conseguiu superar toda e qualquer má impressão que a cidade pudesse me dar. Passei três dias conhecendo Marseille e resolvi dar algumas dicas sobre a cidade.

Vieux Port

Comprei um passe de metrô/ônibus por 10,80 euros que dava direito a uso durante 72h e foi uma ótima pedida, porque com o calor de 35 graus estava difícil aguentar andar. Começamos o passeio indo de barco para o Château d’If (famoso pela história do Conde de Monte Cristo) e para as Iles du Frioul. As 3 “pernas” do passeio ficaram 16 euros e não precisamos pagar para entrar no Château porque somos estudantes; valeu muito a pena porque pudemos explorar bem ambas as paradas, admirar o dia incrível que estava e ainda tomar algumas horas de sol na Plage de Saint-Estève.

conhecendo Marseille

Vista do Château que era uma prisão apesar do nome

                            . 



A cor da água da Côte d’Azur foi de cair o queixo

Plage Saint-Estève, onde fomos tomar sol

Dia seguinte fomos aos Calanques Sormiou. São formações rochosas lindas que levam a praias estonteantes e eu recomendo muito esse passeio, porém com uma ressalva: não vá com pessoas de idade ou que sofrem de pressão baixa/problemas cardíacos. Apesar de não parecer na foto, as subidas são muito intensas e muita gente desidrata no meio do caminho e assim toda hora chamam ambulâncias para socorrer casos similares. Ao fim de toda a caminhada, chegamos a praias de areia (pouco comuns nessa região do mediterrâneo que abriga mais praias de areia).

Calanques antes de descermos!

No último dia, além de um passeio pelo centro da cidade, subimos até o ponto mais alto da cidade para conhecer a belíssima Basilique Notre-Dame de la Garde e foi especialmente tocante para mim porque pudemos ver a missa celebrada em francês já que era domingo. Foi uma das basílicas mais lindas que eu vi na França justamente por ela ser diferente do clássico estilo gótico francês; essa basílicas é colorida e extremamente viva por dentro, já, por fora, há uma vista incrível de toda a cidade e o melhor: visita é gratuita. Foi com certeza um dos melhores momentos de conhecer Marseille.

Detalhes do teto da Notre-Dame de la Garde

Gostou desse post? Veja também!



Um dia em Metz – França

Uma viagem para Estrasburgo – França

O que fazer em São Petersburgo – Russia

Barcelona sem gastar muito

Bruna Martines

Estudante de Engenharia Ambiental na USP em graduação sanduíche na École des Mines de Nancy

Instagram @allweneedtonightislove #brubruDD

 

 

Gostou do blog? Não perca nenhuma novidade: Siga @qualquerlatitude e curta nossa página no Facebook!

2 thoughts on “Conhecendo Marseille – França

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *