Dois dias em Zurique

Eu sempre sonhei em conhecer a Suíça e quando tive a oportunidade de ir para lá, não pensei duas vezes! Passei apenas dois dias em Zurique mas foi o suficiente para a cidade ganhar meu coração ao ponto de eu querer voltar para morar por lá.

Imagina uma cidade limpa, organizada, bonita, com pessoas educadas e paisagens deslumbrantes, pois é, você encontrar tudo isso é ainda com o benefício de ter os melhores chocolates do mundo a sua disposição!

Foi minha primeira viagem sozinha e foi uma experiência maravilhosa. Me senti segura o tempo todo, fiz amigos no hostel, no city tour e até mesmo andando na rua. Por estar sozinha as pessoas se aproximam mais para conversar e isso foi muito legal!

Fiquei hospedada em uma área incrível da cidade, pertinho da Grossmünster – a Catedral da cidade.

Apesar da cidade ser grande, da para fazer tudo a pé pois os principais pontos turísticos ficam na região central.

Logo que cheguei, saí para andar sem rumo, visando conhecer as redondezas e sem precisar me preocupar com o mapa. Passei por várias regiões residenciais o que foi muito legal para conhecer um pouco da vida dos suíços.

Todos os dias da semana, as 11h da manhã tem um free walking tour saindo da praça Paradeplatz. Com duração de 1h30, você pode conhecer os principais pontos turísticos da cidade com a explicação de um guia. Tem opção do tour em espanhol e inglês.

O tour passa pela Fraumünster, Lindenhof, Grossmünster e Niederdorf, além de proporcionar uma experiência às cegas de degustação de chocolate (duas diferentes marcas de preços bem diferentes onde temos que dizer qual deles era o mais caro através da degustação). Pudemos tirar fotos do alto e ter a vista de uma parte de Zurique!

Após o tour fui em direção às margens do lago para aproveitar o dia de sol e calor. Andei até o Chinagarten e o parque Zurichhorn que de longe são os meus pontos favoritos da cidade!

Pela noite andei ao redor do hostel pois todas as ruas possuem diversos restaurantes e barzinhos, sendo um local muito agradável para passear.
Jantei o típico prato Suíço Raclette – queijo derretido acompanhado de batatas.

No dia seguinte fui passear na rua das lojas – Bahnhofstrasse e andei até a estação para comprar meu ticket de trem para Lucerna, a próxima cidade que visitarei na Suíça!

Decidi passar o restante da tarde no parque Zurichhorn descansando e colocando os pézinhos no lago! Os suíços estavam nadando mas estava frio para entrar na água gelada – em torno de 21 graus.

Pela noite voltei para as ruas do bares e pude apreciar um show de jazz ao vivo no meio da rua!

Estou encantadíssima com a cidade e não vejo a hora de voltar e poder passar mais tempo por lá para conhecer a vida dos moradores e apreciar a realidade do dia a dia!

Gostou deste post de dois dias em Zurique? Leia também:

Um dia em Milão

Organizando um intercâmbio universitário

Priscila Conte é curitibana, tem 22 anos, é estudante de Psicologia e escreve para o Qualquer Latitude como colunista.

Instagram: @prii.conte

Priscila Conte é curitibana, tem 22 anos, é estudante de Psicologia e escreve para o Qualquer Latitude como colunista.

Instagram: @prii.conte

Priscila Conte é curitibana, tem 22 anos, é estudante de Psicologia e escreve para o Qualquer Latitude como colunista.

Instagram: @prii.conte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *