França sem gastar muito

Viajar sem gastar muito é sempre o maior objetivo de todo o viajante, depois de, é claro, aproveitar a viagem. Com a cotação sempre alta do Euro, nunca é demais se precaver para gastar menos, não é mesmo? Algumas dicas para quem quer viajar para França sem gastar muito!

1 – Programe sua viagem com antecedência

Pode parecer óbvio, mas você já comprou todos os tickets para em ir todos os museus/igrejas/metrô/trem/teatro da sua viagem? A gente sempre deixa alguma coisinha escapar sem querer e acaba pagando caro no dia ou às vezes nem conseguindo ir. Compre tudo antes até porque, na maioria das vezes, o preço com antecendência é menor e você não paga a taxa de IOF no cartão comprando online usando o real brasileiro.

França sem gastar muito

2 – Ande de ônibus pela França

Os ônibus são normalmente bem baratos na França, para comparar preços sempre utilizo a plataforma goeuro para comparar os preços entre avião, blablacar, ônibus e trem. Normalmente escolho os ônibus.

3 – Se precisar ir de ônibus em função do tempo, procure descontos com a SNCF

A SNCF (Société Nationale des Chemins de fer Français) oferece vários tipos de cartões “fidelidade” de redução de tarifas como a “carta jeune” para jovens entre 18-25 anos. Mas existem as “parte week-end” para finais de semanas e diversas outras. Como funciona? Você paga um valor para ter direito a essa carta e todas as vezes que for comprar um bilhete de trem ganha uma redução no valor final da tarifa. Essa é uma boa maneira de viajar de trem sem gastar muito.

4 – Se possível, viaje em grupo

Tudo que é compartilhado fica mais barato. Até mesmo o metrô na França possui tarifas mais baratas se comprado em maior quantidade. “Mas e se sobrarem meus tickets de metrô?” Guarde para uma próxima viagem que eles continuam válidos!

5 – Tenha sempre em mãos carteirinha de estudante e passaporte europeu/visto europeu

Uma quantidade IMENSA de passeios são grátis para estudantes/europeus e residentes na Europa. Por exemplo, o museu dentro do Panthéon em Paris é de graça para esses visitantes, bem como a Sainte-Chapelle (ao lado da Notre-Dame de Paris), ou o Château d’If em Marseille e muitos outros locais. Se não for grátis, com certeza haverá alguma redução no preço final.

6 – Use dinheiro se possível

Apesar do cartão ser mais prático, o dinheiro não tem obriga a pagar mais taxas e faz viajar sem gastar muito nesse aspecto. Lógico que o cuidado deve ser redobrado, mas vale a pena.

7 – Visite Construções religiosas

As Catedrais, Igrejas, Capelas normalmente são todas grátis pela França, então inclua no seu roteiro esses pontos que são verdadeiros marcos nas cidades francesas e ainda viaje sem gastar muito.

Gostou desse post? Veja também!

Um dia em Metz – França

Uma viagem para Estrasburgo – França

O que fazer em São Petersburgo – Russia

Barcelona sem gastar muito

Bruna Martines

Estudante de Engenharia Ambiental na USP em graduação sanduíche na École des Mines de Nancy

Instagram @allweneedtonightislove #brubruDD

 

 

Gostou do blog? Não perca nenhuma novidade: Siga @qualquerlatitude e curta nossa página no Facebook!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *