O brasil que não conhecemos- Museu de arte indígena em Curitiba

Pouco falamos sobre os indígenas do Brasil, na verdade acabamos nos contentando com aquilo que aprendemos na escola que representa um índio “genérico” e pouco buscamos saber sobre as ricas culturas que temos no nosso país.

Fazendo um trabalho de faculdade (um rádio documentário que logo logo vai estar disponível aqui na parte de rádio do blog) eu aprendi muito sobre a cultura destes povos que ainda existem e resistem no Brasil.

Atualmente existem 896,9 mil indígenas no Brasil de acordo com o IBGE de 2010, um número pequeno se comparado à época do descobrimento, porém os dados do IBGE também mostram que esta é uma população em crescimento e que precisa de território.

Os índios brasileiros vivem em uma constante luta por seu território e por melhores marcações de terras. Muitas aldeias não estão onde seria sua terra original e sagrada e para a cultura indígena isto é muito importante, pois é onde estão seus antepassados. Várias destas terras estão em parques nacionais e os índios não podem habitar, pois  são áreas de preservação.

Para o cacique Papopigua (nome que significa instrumento relâmpago) de uma tribo Guarani que fica localizada na serra do mare manter os índios fora dos parques nacionais é um absurdo, pois os índios querem preservar a natureza. “Enquanto existir Guaranis existe verde, mas se os guaranis acabarem o verde pode acabar também. Nós queremos preservar as nossas terras e não destruí-las como os homens brancos”, conta o índio indignado.

Para quem quer conhecer e se encantar pela cultura e a arte destes povos um lugar que eu recomendo é o MAI- Museu de Arte Indígena de Curitiba.

Um museu que mostra o artesanato do índio contemporâneo através de uma exposição bem distribuída e iterativa. Todos os itens do museu fazem parte da coleção pessoal de Julianna Martins que passou os últimos 20 anos viajando o Brasil e conhecendo tribos indígenas. “Nada do que tem aqui é antigo, é uma coleção recente, não estamos falando de 100 anos e sim de 20. Estas pessoas existem, são brasileiros como nós”.

 

Durante a copa do mundo parte do acervo do museu foi exposta no Museu Óscar Niemeyer, também em Curitiba e foi muito elogiado por pessoas do mundo inteiro, inclusive por artistas europeus que consideram uma lástima o Brasil se inspirar tanto na arte europeia sem se preocupar ou valorizar as culturas e a arte que temos aqui.

Para quem está visitando ou é de Curitiba o MAI  é um lugar que vale a pena visitar.

<script async src=”//pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js”></script>
<!– entre o post –>
<ins class=”adsbygoogle”
style=”display:inline-block;width:320px;height:100px”
data-ad-client=”ca-pub-9224893630524473″
data-ad-slot=”8352952343″></ins>
<script>
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});
</script>

 

 

One thought on “O brasil que não conhecemos- Museu de arte indígena em Curitiba

Deixe uma resposta