O que fazer na Macedônia

A Macedônia não é um país que está normalmente nos roteiros turísticos mas o que não falta por lá são coisas para fazer e lugares para se encantar. Neste post algumas dicas de o que fazer na Macedônia!

Heraclea Lyncestis- Bitola

Bitola é uma antiga cidade Grega localizada em território macedônio. Foi um centro episcopal importante durante o período Bizantino. O que remanesce são: uma grande basílica, uma pequena basílica, a residência dos bispos, uma funerária, um teatro. As naves das basílicas são cobertas por mosaicos florais e são considerados bons exemplares da arte cristã antiga.

No centro da cidade há uma rua só para pedestres, onde existem lojas e restaurantes. Essa rua termina na Praça Magnolia onde está localizada uma estátua de Filipe II.




Skopje -em português Escópia- Capital da Macedônia

O que mais chama atenção na cidade são as estátuas de Alexandre, o Grande, ele que nasceu na cidade de Pela, capital do Reino da Macedônia. Os grandiosos monumentos na praça central são de deixar qualquer turista boquiaberto. Um exemplo disso é o Portal da Macedônia (que curiosamente lembra muito o Arco do Triunfo de Paris na França).

 

Também no centro está a ponte das artes sobre o rio Vadar, e ao redor do mesmo se encontram o Museu de Arqueologia, o Teatro Nacional, a prefeitura e as agências do governo. No ponto mais alto da cidade está situado o Forte, construído durante o governo do imperador Justianiano I.

Curiosidade: no rio Vadar fica ancorado um falso navio que na verdade é o Hotel Senigalia. De acordo a minha recente pesquisa a estadia de uma noite custa, aproximadamente, R$ 330.

Como são as pessoas da Macedônia

As pessoas em geral são muito simpáticas, e apesar de falarem uma língua incompreensível eles se esforçam ao máximo para estabelecer comunicação com os turistas. A língua oficial do país é o próprio macedônio, que pertence ao grupo oriental das línguas eslavas, e o alfabeto é o cirílico, utilizado em seis línguas eslavas, como o búlgaro e sérvio.

Para um leigo como eu, a sonoridade das palavras aparenta ser semelhante ao grego, porém quando eu comentei sobre a semelhança todos lá me olharam estranho e afirmaram “Você está totalmente enganada”. Só depois fui descobrir sobre a treta entre os gregos e macedônios. Pareceu que cutuquei a ferida. Ops.

O que fazer na Macedônia

Em algumas placas e letreiros há a tradução para o Inglês. Que bom né? Senão seria difícil decifrar as letrinhas do cirílico. Fonte: arquivo pessoal.

Algo que me impressionou muito foi que a grande maioria das pessoas fala inglês fluentemente, o que facilita para os turistas.

Ohrid (Ocrida, em português)

É a capital turística da Macedônia. A cidade é onde fica o lago Ohrid. Infelizmente nesta viagem eu não consegui ir para lá mas esta na minha lista de lugares para conhecer! A cidade é tem muitas casas e monumentos pitorescos. No ano de 1979 a cidade foi reconhecida como Patrimônio da Humanidade pela ONU, e no ano seguinte, 1980, o lago também foi reconhecido pela ONU.

O tal lago é a atração principal da cidade, tem uma área de 358 Km², é o mais profundo dos Balcãs e também um dos mais antigos do mundo. A água é bastante transparente por conta dos baixos nível de fósforo e abriga muitas espécies de vegetais e animais, algumas muito antigas, fato que dá origem ao apelido de “Museu de Fósseis Vivos”.

Curiosidade: Ohrid foi conhecida durante uma época por ter 365 igrejas, uma para cada dia do ano, e por conta disso é chamada de “Jerusalém dos Balcãs ”. Essa galera da Macedônia tem cada ideia…



Ana Carolina Rossi, 19 anos, curitibana e estudante de informática biomédica.

Insta: @anacrossi

Gostou deste post sobre comidas da Macedônia? Leia também:

Barcelona sem gastar muito

O que fazer em Berlim

A verdadeira História da Pequena Sereia – Dinamarca




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *