Segredos de Berlin

Berlin

Latitude: 52° 31′ N

Vou começar a contar sobre Berlin pela nossa chegada, que foi um tanto conturbada. Todos os trens da Escandinávia tinham Wifi então acabamos mal acostumadas e levamos isso como regra. Sempre olhávamos como chegar nos hotéis já no trem, mas desta vez o trem não tinha internet. Lá estávamos nós 11 horas da noite em uma estação de trem quase deserta sem saber para que lado ir. Conseguimos fazer uma rápida pesquisa no google do lado de fora de um Starbucks, que já estava fechado. Pegamos um ônibus que parava na rua do hotel e para a alegria das nossas costas a caminhada era pequena. A única coisa que não contávamos é que tivesse dois hotéis da mesma rede em Belin. 50% de chances de irmos para o certo mas, comprovando a lei de Murphy, no escuro e com quase 20 kg nas costas fomos para o errado. Ao menos eles explicaram que trem pegar e não foi assim tão complicado achar o certo.lugares por ai.jpg

Berlin nos recebeu com um dia maravilhoso, ainda mais para quem estava há muitos dias sem ver o sol! Fomos ver o que sobrou do muro, um museu sobre a segunda guerra e mais no fim da tarde  o por do sol em Brandenburger Tor.Divisão Berlin

dia em Berlin

Nosso segundo dia amanheceu nublado e chuvoso, andamos um pouco pelo centro e depois de algumas discussões sobre onde ir e trens errados, resolvemos fazer um programa um tanto alternativo mas muito indicado pelo pessoal que encontramos no Hostel de Copenhague.

viagem Berlin

Dois trens e um ônibus depois, quase escurecendo lá estávamos nós, começando a caminhada para a “Disney” da Alemanha Oriental. Um parque de diversões que era muito popular durante a Guerra Fria. Mas com a queda do muro e as novidades que vieram com o capitalismo acabou esquecido e abandonado. Fomos lá à noite para ter uma atmosfera de “filme de terror” o único problema é que isso não colaborou muito com as fotos. Há duas maneiras de entrar no parque: fazendo o tour que acontece todos os fins de semana e custa 15 euros, ou passando pelo buraco enorme que tem na grade (que teoricamente não é permitido, mas o que seria a vida sem adrenalina?). Falando em aventura, para quem está planejando ir para Berlin tem um site, que infelizmente eu só descobri depois de ter ido, que mostra todos os lugares abandonados e como passar pela “segurança” em cada um deles.

SpreeparkComo entrar em um parque de diversões abandonado

No Spreepark não é difícil de entrar, já tem um buraco enorme quase dizendo : Entrada! Não ficamos lá dentro muito tempo, já que duas das minhas amigas não toparam a aventura. Mas deu até para brincar na xícara que ainda gira! Parque abandonadoParque abandonado alemanha

Segredos de Berlin

Posso descrever Berlin como uma cidade misteriosa, que esconde segredos e lugares do passado obscuro da Alemanha.Também foi lá que me despedi mais uma vez das minhas amigas do intercâmbio seguindo viagem sozinha!

6 thoughts on “Segredos de Berlin

  1. Berlin é linda!! Conheci quando tinha 15/16 e tenho super vontade de voltar. É uma cidade bem globalizada, tem gente de tudo que é canto e ninguém se incomoda por alguém falar um idioma diferente.
    Em uma próxima tente conhecer München também… lá ainda tem muitos prédios com aquele estilo de arquitetura antigo alemão.
    Lindas as fotos 🙂
    Beijos

Deixe uma resposta