Ser Intercâmbista

DCIM100GOPRO

Alguns dias atrás eu postei um texto falando sobre a minha vontade de voltar para o Brasil, muita gente se assuntou. “Yas você não está ai super feliz realizando todos os seus sonhos?” Sim eu amo estar aqui,  é um sonho. Mas sonhos também tem seus dias ruins. Sem falar na saudade, maldita saudade que persegue as pessoas que moram longe de casa.
Intercâmbio é uma constante mistura de sentimentos, é um dia acordar feliz e no outro triste, é ter o melhor e o pior dia da sua vida na mesma semana. É querer ir embora, e querer ficar aqui para sempre. É saber que nenhum amigo é igual aos do Brasil, mas não saber como vai viver sem os daqui.
É chorar pensando que falta muito tempo para voltar para o Brasil, e chorar pensando em como vai ser quando tiver que ir. É nunca, NUNCA mesmo saber o que está fazendo, é copiar os outros e fingir que você sabe direitinho o que é para fazer. É se sentir insegura, sozinha e independente.

10306316_832331936796447_2689127285736984476_n

É passar horas no celular, noites no skype, e ainda assim querer ir para a aula no dia seguinte. É querer sair de casa a cada segundo, é querer dormir para sempre. É se irritar com a cultura, é se irritar com o mundo e consigo mesma. É viver perdida.
Resumindo é nascer de novo, em uma família nova, um país novo com uma língua nova, ter amigos novos, uma casa nova. É estar em uma vida nova porém lembrando da sua vida antiga, e com alguns aparelhos mágicos que te permitem se manter em contato com ela. É viver em dois mundos, é aprender de uma forma diferente!

Deixe uma resposta