Sobre Viajar Sozinha

Viajar sozinhaSempre achei meio estranho quem me contava que queria viajar sozinho ou que tinha viajado e amava essa experiência. Para mim o legal era sempre ter companhia para as novas descobertas e foi só depois de ter feito dois intercâmbios e diversas viagens com familiares e amigos me senti pronta e com vontade de viajar sozinha.

Quero enfatizar que “demorei” para ter essa vontade pois desde pequena eu não gosto de não ter ninguém comigo. Por exemplo, sempre que estou sem companhia coloco uma música ou algum vídeo do YouTube só pelo barulho a a sensação de estar com mais gente. Enfim, criei coragem e embarquei nessa aventura de quatro dias sozinha em Zurique e Lucerna na Suíça!



A viagem foi tranquila, passei as 7 horas no ônibus dormindo e nem me dei conta de que estava sem companhia. Quando cheguei na cidade, senti uma liberdade infinita. Um sentimento único e indescritível!! Eu estava realizando um sonho e podia fazer o que eu queria na hora que queria.

Andar sem rumo pensando que estava andando na Suíça foi surreal, preciso dizer que umas lágrimas chegaram a cair! Com a minha experiência eu descobri que viajar sem companhia vai muito além de estar de fato sozinho. Eu conheci muitas pessoas, passei uma parte do meu dia com elas e até fui na balada com um grupo de jovens do hostel em que estava!

Viajar sozinha te da a oportunidade de refletir, alinhar os pensamentos, acalmar o coração, aprender a se amar, se sentir confiante e muito responsável! Especialmente para mim que estava há um mês para voltar do meu intercâmbio para o Brasil, esse tempo sozinha foi ótimo para ajeitar tudo dentro de mim. Me preparar para as despedidas e abrir a mente para voltar a minha rotina de volta para casa.

Eu já sabia que não seria fácil, mas ter tido um tempo para refletir sobre tudo isso com certeza me ajudou muito! Por fim, quero incentivar você que está lendo esse post a fazer ao menos uma viagem sozinho! Pode ser que você ame e queira só viajar dessa forma ou pode ser que não. Mas com certeza será um grande aprendizado! Minha conclusão então é que eu nunca deixarei de ir para algum lugar caso não tenha companhia pois vi que é super tranquilo ir sozinha, porém nada como ter alguém que você ama ao seu lado para criar novas memórias!

Priscila Conte é curitibana, tem 22 anos, é estudante de Psicologia e escreve para o Qualquer Latitude como colunista.

Instagram: @prii.conte

 

 

Se você gostou deste post leia também:

Mochilando, fazendo e reencontrando amigos

Café da Manhã na Alemanha, almoço na França e jantar na Espanha 

De Batom e Mochila

 




One thought on “Sobre Viajar Sozinha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *