Estudando em uma universidade histórica européia


Quando eu me inscrevi para fazer o intercâmbio universitário eu tinha muitas dúvidas de como era uma universidade fora do Brasil e como as coisas funcionavam então, nesse post, vou contar como é a vida estudando em uma universidade na Europa, no caso Italiana!

Estou matriculada na Universita degli studi di Padova, uma universidade muito famosa por ter sido fundada em 1222, por ter sido a primeira que permitiu uma mulher a se formar e por ter tido Galileu Galilei como professor.
A faculdade possui diversos campos espalhados pela cidade, sendo o principal deles o Palazzo Bo, que sedia as aulas de Direito. Nesse prédio você pode ver a arquitetura da época e também Aula Magna

Eu estou aqui estudando psicologia, mas não sabia que aqui esse curso era tão famoso. O curso de psicologia é considerado o melhor da Itália na UniPD, e é o único curso que te permite fazer inteiro em inglês, então tem diversos alunos estrangeiros.

Um pouco mais afastado do centro, o campus é muito mais moderno e sem muitos detalhes arquitetônicos. As salas se aula são bem amplas e as mesas são comunitárias. As aulas são bem diferentes do Brasil, ocorrem em período integral e muitas vezes não tenho horário de almoço. Os professores são bem mais fechados e conversam apenas sobre assuntos da aula. No meu caso, percebi uma diferença absurda com a minha faculdade do Brasil pois aqui é muito “decoreba” para as provas – que no caso só tem uma por semestre, mas se você não passar, tem a chance de fazer novamente. Não tem muita aula prática nem estudos de casos clínicos, mas tem muita área para
pesquisa e para apresentações feitas pelos alunos.

universidade na europa

Eu não vi nenhum centro acadêmico, mas eles possuem tutores que estão todos os dias no bloco para te auxiliarem com qualquer tipo de dúvida. Aqui a maioria dos cursos tem a duração de três anos para se formar bacharel e com mais dois anos você conclui o mestrado! Porém, pelo menos na psicologia, com os três anos você não pode atuar como psicólogo, então é necessário fazer os cinco.

É incrível estar tendo a oportunidade de estudar em outro país, fazendo o curso em inglês, tendo aulas de italiano para aprender o básico e conhecer tantas pessoas de diferentes lugares do mundo!

Estudar em uma universidade na Europa não é tão difícil quanto parece!! Você precisa ter o domínio da língua para entender as aulas e encontrar um programa que você goste. Tem muitas bolsas de intercâmbio, programas onde você não paga a faculdade. Vale a pena se informar para começar uma faculdade fora ou até mesmo fazer como eu, um acordo bilateral entre as duas faculdades e fazer um período do curso em outra universidade!




Priscila Conte é curitibana, tem 22 anos, é estudante de Psicologia e escreve para o Qualquer Latitude como colunista.

Instagram: @prii.conte




Gostou deste post sobre como é estudar em uma universidade na Europa?

Organizando um intercâmbio Voluntário

6 meses da sua via ou sua vida em 6 meses?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *